Destaque, Papo de Preta

Talvez você possa ver o lado bom!

19 de março de 2020

Abri a janela do meu quarto… não me lembro exatamente quanto tempo faz em que eu via o sol entrando ali sobre minha cama, fiz minha própria comida durante a semana e almocei às 13h… sabe quando já fiz isso em casa? Nunca. 

A gente tá sempre correndo demais, trabalhando demais e se estressando demais. A agenda lotada, reuniões agendadas, planejamentos para serem feitos e do nada todos seus planos vão abaixo, pensei em como poderíamos tirar proveito dessa situação, obviamente entendendo e partindo de realidades que eu tenho total ciência de que não são de todas as pessoas da nossa sociedade. 

Parece um pedido desesperado da terra de dizer: Ei, olha sua casa, olhe pra dentro e veja que ninguém é mais nosso lar do que a terra.

Quem é o vírus aqui?

Quantas vezes paramos pra pensar no meio ambiente? Quantas vezes você tem procurado saber sobre as doenças que nós causamos na terra? Sempre estamos muito preocupados com o dólar, com a economia ou com as tendências da moda. Esse pode ser um alerta para que possamos cuidar melhor da terra, precisamos parar de olhar apenas para a nossa bolha e entender que há algo maior que precisa do nosso cuidado.

Vocês viram que em meio ao surto a poluição na china diminuiu e que lá em Veneza as águas ficaram limpas pela primeira vez em anos? Será que a gente entende o quanto somos um vírus para a terra? Nos multiplicamos numa velocidade absurda causando o mal dela de diversas maneiras. 

Esse pode e deve ser um alerta pra gente, que tal cuidarmos melhor da nossa casa?

O tempo 

Quando você acorda e a única coisa que você tem como prioridade, é ficar em casa você começa a lembrar qual é a função do tempo. Utilizamos ele de uma forma tão negativa, tão ruim que nem ao menos vimos ele passar e caramba, como ele passa. Que você possa começar a entender e despertar para o seu tempo… o que tem feito com ele? Trabalhando loucamente noite e dia? Não tendo espaço nem ao menos para ler aquele livro que você gosta? E quanto isso tem sido positivo para você?

Talvez a terra esteja nos avisando: Lembre-se o porquê de estar aqui. 

Sem contato social 

Somos Brasileiros e o contato é essencial pra gente, seja no abraço, no beijo ou em relações sexuais mas me diga… o que sobra da gente sem isso? Em dias como os nossos em que corpo a corpo tem sido o fator principal das relações entre as pessoas … o que sobra se não podermos nos beijar por meses? Quantos contatinhos vocês conseguiriam sem poder sair no rolê? Por quanto tempo você ainda teria assunto? E aquela relação corpo a corpo? Vocês sobreviveriam se não se vissem durante um mês? Alguma coisa além da pele, conecta vocês?

Vai um alerta aí: Crie conexões mais profundas, aquelas que nem a distância separa. 

Olhe pra dentro 

Uma vez eu trabalhei com uma moça que vivia repetindo a seguinte frase: – Eu divido meu apartamento por que nem eu me suporto sozinha. Demorei pra entender o quanto isso é problemático, se não conseguirmos ter paz sozinhos, dificilmente teremos paz com outra pessoa. O isolamento é muito complicado para alguns mas eu garanto que ele é essencial… todos nós precisamos aprender sobre o auto conhecimento. Estamos a todo momento olhando pra tudo aqui fora e esquecemos de nós mesmos e nossa família. 

Olha, eu não sei o que vai acontecer daqui há 10 dias mas se conecte com você, se perdoe e centralize sua vida neste período de isolamento para que quando voltar lá pra fora nós possamos ser pessoas melhores para nós mesmos, para os outros e para a terra. 

Obrigada por ler até aqui e compartilhe! 

 

You Might Also Like